Como ter sucesso em todas as etapas de uma obra civil?

9 minutos para ler

A construção de grandes edifícios, especialmente para uso comercial, é um processo bem complexo e que precisa ser executado com cuidado. As diversas etapas de uma obra civil apresentam diferentes desafios para o proprietário, exigindo atitudes e recursos específicos a cada momento. Porém, para que o produto seja da melhor qualidade possível, é necessário ter sucesso em cada uma delas.

Se você tem dificuldades para organizar o processo de construção e entregar uma obra melhor construída dentro do prazo, então vale a pena entender mais a fundo quais são essas etapas e como fazer para executá-las melhor.

Para ajudar com essa tarefa, vamos explicar um pouco mais sobre as etapas de uma obra civil, o que você pode fazer para melhorá-las e como uma boa administração contribui com o processo. Acompanhe.

As principais etapas de uma obra civil

Toda construção apresenta diferentes momentos, os quais implicam em diferentes trabalhos para garantir que o edifício será entregue. Veja aqui as etapas pelas quais uma obra deve passar antes de ser entregue.

Projeto

Antes de começar a discutir qualquer valor em dinheiro ou uso de material, é necessário ter um projeto. Isso ajudará a definir o resto do planejamento, além de melhorar a visualização do produto antes que o trabalho seja iniciado, permitindo inovar no que for possível e realizar pequenos ajustes sem gerar nenhum custo.

O projeto pode ser feito antes ou depois da escolha do terreno, dependendo do seu objetivo. Se um terreno já está disponível, ele será o fator limitante. Porém, se houver um plano para criar um edifício único, então você vai buscar um terreno que tenha as dimensões necessárias para o escopo da obra.

Orçamento

Em seguida, deve ser estabelecido um orçamento. É nesse ponto que são pesquisados os potenciais fornecedores, transporte, equipamento, armazenamento, número de trabalhadores e duração da obra, colocando todas essas despesas no papel e adicionando uma margem de erro caso algo não saia como o esperado.

Com um orçamento mais detalhado, você tem muito mais segurança na hora de conduzir o seu projeto, pois é mais fácil entender qual é o estado atual da obra e conferir se ela está no ritmo certo. E, claro, também pode assegurar que o projeto como um todo será lucrativo depois de entregue.

Estrutura

Com os dois primeiros estágios já concluídos, é hora de começar efetivamente a obra. Nesse ponto, o terreno é preparado e é montado o “esqueleto” do prédio, o que ajudará a guiar os demais passos. É uma das mais importantes etapas de uma obra de construção civil, pois tem grande impacto na funcionalidade do edifício.

Primeiro, é feita a fundação, consolidando o solo para que ele não comece a ceder com o peso do prédio. Em seguida, são erguidos os pilares que vão sustentar a maior parte do peso do prédio, direcionando a pressão para a fundação. Sobre eles, são inseridas as vigas, estruturas horizontais que sustentam diferentes andares e o teto. Por fim, é adicionada a laje, que serve como pavimento para o teto da construção.

Alvenaria

Com o esqueleto montado, deve ser colocada a “carne” do prédio, que é a alvenaria. Nesse ponto, são adicionadas a armação de aço e o preenchimento de concreto, o que cria as paredes, teto e piso do edifício.

A escolha do material e boa execução são muito importantes aqui, uma vez que afetam diretamente a durabilidade do local. É importante também levar em conta estruturas internas durante esse processo, como a colocação de fios e encanamento.

Cobertura

Se a estrutura é o esqueleto e a alvenaria é a carne, a cobertura seria como a “pele” do edifício. Ela consiste em uma camada que impede a danificação dos demais componentes por chuva, calor, entre outras intempéries.

O mais comum é utilizar um telhado para cobrir a laje, direcionando a chuva para calhas e outras áreas onde não danifique a casa. Também há diferentes opções de material dependendo da escolha estética do projeto, disponibilidade e objetivo. Os mais comuns são madeira, barro, cerâmica, alumínio, vidro e concreto.

Acabamento

Nesse ponto, o mais importante para o funcionamento do edifício já está concluído, mas ainda há um trabalho a ser feito: o acabamento, uma das maiores estadas de uma obra civil. É nela que o prédio é valorizado para o comprador final.

A etapa inclui uma série de pequenos trabalhos, como colocar o piso, pintura, janelas, finalizar instalações elétricas, serviços de marcenaria para armários embutidos, entre outras coisas. O importante aqui é aumentar o valor da obra, fazendo com que ela seja ainda mais atrativa.

Dicas para ter sucesso em todas as etapas

Conhecer as etapas de uma obra civil é um bom começo, mas isso raramente é o suficiente para assegurar o seu sucesso em cada uma delas. Felizmente, existem algumas atitudes que você pode tomar durante o seu trabalho para melhorar os resultados obtidos.

Veja aqui essas principais dicas para colocar em prática.

Faça estudos de viabilidade

Antes de escolher um terreno ou aprovar um projeto, o mais importante é fazer um estudo de viabilidade para qualquer estrutura que será construída no local. Tal análise envolve desde um estudo mais aprofundado do terreno, revelando se ele pode ser assentado facilmente, até verificar a facilidade de transporte e armazenamento para o material e equipamentos que serão usados na obra.

Monte um cronograma de obra

Essa parte deve estar sempre incluída no seu planejamento. Antes de começar uma obra, é importante saber não só a duração total esperada, mas o prazo que você espera precisar para a entrega de cada etapa. A delimitação ajudará a criar uma rotina de trabalho melhor para os profissionais que atuam diretamente no canteiro de obras, otimizando seu tempo.

Escolha bem seus fornecedores

A qualidade do material certamente atribuirá diversos impactos no resultado das suas obras, desde uma perda de polimento até comprometimento da sua fundação. Nesse último caso, a própria integridade e segurança das pessoas pode ser comprometida. Além disso, empresas menos organizadas costumam atrasar entregas com muita frequência, o que atrapalha seu desempenho.

Sendo assim, para evitar retrabalhos e garantir a melhor qualidade para seu cliente final, pesquise bem cada fornecedor e escolha apenas os melhores.

Cuide da burocracia cedo

Muitos gestores de imóveis deixam para pensar no registro do prédio e em todas as permissões muito tarde, o que vai levar a uma série de imprevistos. Por exemplo, a obra seria interrompida porque um alvará da prefeitura não foi emitido a tempo. Isso tudo pode ser evitado se você levar em conta tais obrigações desde o princípio do projeto.

Retifique e ajuste sua gestão

Sendo esse um trabalho de longo prazo, não há como ter sucesso nas etapas de uma obra civil sem acompanhar a condução do projeto. É importante que você verifique o andamento da obra com alguma regularidade, fazendo as correções necessárias para evitar que alguns problemas se acumulem e atrapalhem a entrega. Além disso, é importante se adaptar aos imprevistos, fazendo pequenas mudanças no seu plano sem ter que comprometer a obra como um todo.

A importância de uma boa gestão para sua obra

Com todas as dicas que já citamos e um entendimento sobre as etapas de uma obra civil, você ainda deve ter em mente que uma boa gestão é a chave para ter uma obra completa dentro do prazo. Assim como no prédio, não adianta promover grandes mudanças estruturais se o fundamento não dá suporte a tudo isso.

Para esclarecer a questão, veja aqui alguns dos benefícios proporcionados por uma boa gestão na sua obra.

Entregar dentro do prazo

Organizar melhor seus recursos, distribuir sua força de trabalho e otimizar o tempo é uma tarefa central dentro da administração de qualquer setor. Isso inclui, naturalmente, a condução de uma obra. Se for realizado um trabalho de gestão adequado de todas as etapas, será mais fácil para você seguir o planejamento original e entregar o edifício dentro do prazo e com a qualidade esperada.

Manter tudo dentro do orçamento

Numa tentativa de lidar com problemas inesperados e manter tudo dentro da agenda sem sacrificar a qualidade, muitos acabam indo além do orçamento original. Nem sempre a mudança compromete o resultado, mas certamente diminui o retorno financeiro que você pode esperar com a entrega do produto. Manter uma gestão organizada significa que seu projeto tem menos chances de ultrapassar esse limite, mantendo a rentabilidade dentro do planejado.

Lidar melhor com imprevistos

Você já deve ter notado, mas um item comum nos pontos anteriores é que, com uma boa administração, é possível responder de forma mais rápida e eficiente. Essa agilidade ajuda consideravelmente na hora de minimizar prejuízos causados por um acidente, além de criar medidas de contingência para muitos deles com antecedência.

Com todas essas informações, você já deve entender como ter sucesso em cada uma das etapas de uma obra civil. Lembre-se de continuar otimizando sua gestão e seus processos, já que esse cuidado tornará o seu trabalho mais simples e eficiente.

E se quiser mais dicas para administrar melhor suas obras, assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos em primeira mão.

Posts relacionados

Deixe uma resposta