8 inovações na engenharia civil!

9 minutos para ler

A indústria, de maneira geral, vem passando por uma nova mudança, considerada a quarta revolução industrial, que inclui as inovações na engenharia civil. Os avanços tecnológicos direcionam os investimentos na modernização e automação, elevando a qualidade e produtividade das empresas.

Por outro lado, o atual cenário econômico brasileiro obrigou as empresas a reduzirem as equipes de trabalho, buscando soluções tecnológicas que diminuam os custos e aumentem a eficiência da organização. No campo da engenharia civil não é diferente: o setor passou por uma forte crise, junto da economia como um todo, mas vem mostrando sinais de recuperação.

Devido à necessidade de maior eficiência com menores custos e a retomada do crescimento no setor, as tendências tecnológicas, que ainda sofrem grande resistência do mercado da construção civil, estão ganhando espaço. As empresas buscam atualizar-se cada vez mais, agregando valor aos seus produtos e aumentando sua competitividade, oferecendo serviços e produtos diferenciados.

Pensando em trazer mais informações sobre as inovações na engenharia civil, preparamos este artigo para você. Boa leitura!

A importância das inovações na engenharia civil

O setor da construção civil tem uma certa resistência às inovações. Muitas vezes, por medo de mudar ou por insegurança em adotar novos métodos e tecnologias, os empresários optam por manter-se com o tradicional, e acabam perdendo oportunidades.

As inovações, na verdade, criam ferramentas que permitem uma otimização de todo o processo de produção, utilização e manutenção das edificações. Essas ferramentas reduzem o tempo necessário de execução da obra, diminuindo o consumo de material, a necessidade de retrabalho e, consequentemente, diminuindo os custos.

Além de um aumento no lucro, é importante frisar que as inovações na construção civil elevam a qualidade dos serviços e produtos oferecidos ao cliente. A empresa passa a ser um referencial no mercado, ganhando destaque frente aos concorrentes, uma vez que há um aumento da satisfação do consumidor por receber um produto de qualidade em menos tempo.

Tendências tecnológicas para a construção civil

As inovações tecnológicas na indústria ocorrem de maneira acelerada com o surgimento de novas tecnologias e ferramentas a cada ano — na construção civil, isso não é diferente. Porém, devido ao conservadorismo do mercado, as tendências levam mais tempo para se consolidarem.

A seguir, preparamos uma lista com 8 tendências para a construção civil.

1. Metodologia BIM

A metodologia BIM (Building Information Modeling) não é uma novidade tão recente, e ela vem ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro. Esse método permite que os projetos sejam compatibilizados, reduzindo os custos devido ao retrabalho durante a execução de uma obra.

Além disso, quando um projeto é desenvolvido utilizando a metodologia BIM, as tarefas como orçamentos, quantitativos e as conversas entre as diversas equipes de projetos, são facilitadas. O processo produtivo, portanto, é otimizado, garantindo vantagens ao empreendedor, como a redução dos custos, e, para o cliente, o aumento da qualidade do produto.

2. Projetos 3D

As impressoras 3D já são utilizadas em diversas indústrias no Brasil e no mundo. Porém, é uma das inovações na construção civil que está começando a ser utilizada. Atualmente, o uso de impressão 3D pode auxiliar na produção de modelos estruturais, imprimindo vigas, pilares e lajes para realizar um estudo mais completo.

Para o futuro, existem pesquisas que pretendem imprimir casas inteiras em 3D. Por exemplo, na Rússia, em 2017, uma casa de 37 m² foi construída em 24 horas, imprimindo os componentes das paredes com uma mistura de concreto. Essa inovação pretende reduzir o tempo necessário para a construção de uma residência, mantendo a durabilidade.

3. Tour Virtual em 360º

A realidade virtual é outra inovação na construção civil que vem ganhando muito espaço, principalmente como ferramenta para vendas dos imóveis e para projetos de reformas.

O tour virtual em 360º permite que o empreendimento seja visitado sem a necessidade de entrar na obra, reduzindo o risco de acidentes. O vistoriador, por exemplo, pode levar uma câmera de 360° portátil e fotografar o ambiente. Com um link, ele pode compartilhar com a equipe, gestor ou os clientes, que acessam a construção do conforto de suas casas.

Outra utilização é na confecção de manuais do proprietário, no qual dono do apartamento, utilizando as fotos em 360°, pode identificar onde estão passando as tubulações elétricas e hidráulicas. Isso evita que aconteçam erros na elaboração do manual, reduzindo as chances de que eventuais reformas venham a danificar os sistemas elétricos e hidráulicos da residência.

4. Realidade aumentada

A realidade aumentada é diferente do tour em 360°, apesar de muitas vezes serem tratadas como a mesma coisa. A funcionalidade da realidade aumentada está voltada para a equipe de projeto que, por meio dela, tem maior liberdade de criação.

Trabalhar com essa ferramenta consiste em projetar em um ambiente já construído, seja apenas uma parte ou a edificação como um todo, permitindo que os projetistas interajam com ela antes mesmo de finalizar o projeto. Dessa forma, há um entendimento melhor de como aquela edificação funcionará, permitindo que a equipe elabore projetos diferenciados e com maior qualidade.

5. Sustentabilidade

A sustentabilidade nessa área é um tópico discutido há muitos anos, justamente por ser um setor que atinge diretamente o meio ambiente. As inovações na construção civil com relação a sustentabilidade são inúmeras, sendo focadas nos projetos e materiais utilizados.

Os projetos que têm como prioridade a sustentabilidade, procuram elaborar edificações que se adaptem ao meio, desmatando o mínimo possível e criando soluções que compensem o desmatamento necessário. Além disso, as construções são pensadas para que o usuário tenha mais conforto térmico e visual, consumindo menos energia com ar-condicionado e utilizando mais iluminação natural.

Outras estratégias de sustentabilidade aplicadas na construção civil são a reutilização de água da chuva, utilização de tetos verdes e aplicações de materiais diferentes ao longo da edificação. Atualmente, existem diversas opções para os tijolos, blocos de concreto, lajes, entre outros, que utilizam materiais recicláveis na composição, reduzindo o impacto ambiental.

6. Uso de energia renovável

O uso de energias renováveis na construção civil é outra tendência ligada diretamente à sustentabilidade. O foco atual é na execução de construções que, durante a sua vida útil, possam utilizar fontes de energias limpas, como a solar ou eólica.

Porém, essas tecnologias podem ser aplicadas já no canteiro de obras, utilizando energia renovável para alimentar o sistema de iluminação e o escritório.

7. Sistemas de automação predial

Automatizar as luzes do ambiente, por exemplo, com controle por meio de aplicativos no celular, já não é uma realidade distante. Os sistemas de automação predial estão cada vez mais modernos, permitindo que os moradores controlem o funcionamento das suas casas, mesmo não estando presentes.

Hoje em dia, é possível controlar a temperatura do ambiente, ligando ou desligando o ar-condicionado, mesmo se você estiver no seu trabalho. Isso gera mais conforto para o usuário, além de economia na energia.

8. Internet das coisas

O termo internet das coisas é cada vez mais abordado nos mais diversos setores, e o conceito consiste em integrar atividades e equipamentos por meio da internet. Assim, toda a gestão do canteiro de obras pode ser automatizada, permitindo que tanto os gestores quanto os clientes saibam as etapas de construção que estão sendo executadas em tempo real.

A utilização da internet das coisas possibilita a integração entre os sistemas de produção, criando uma gestão inteligente das equipes de trabalho, reduzindo riscos de acidentes e executando serviços de maneira estratégica.

Além disso, é possível automatizar algumas etapas da obra, da venda e do pós-venda, trazendo mais comodidade para quem vende e para quem compra. Essa integração entre o comprador e a empresa se torna um diferencial, agregando valor ao produto ou serviço oferecido.

O impacto das inovações tecnológicas na construção civil

O setor da construção civil tende a ganhar muito com as inovações tecnológicas. Por mais que ainda exista resistência, o mercado vem percebendo que o aumento da produtividade e da qualidade geram um diferencial competitivo. Assim, as empresas estão se modernizando e adotando tecnologias para o mercado imobiliário ou de construção.

De maneira geral, essas inovações na construção civil vão elevar a qualidade dos projetos e da execução, tornando o mercado mais competitivo e exigente. O impacto desse tipo de projeto no meio ambiente é outro ponto importante, pois as tendências tecnológicas tornam o setor mais ecológico.

Por outro lado, os profissionais da área, desde a equipe de obra até os engenheiros e empresários, deverão se especializar cada vez mais, pois as novas tecnologias vão precisar de equipes mais experientes e atualizadas. Porém, vale ressaltar que elas não diminuem as vagas disponíveis, mas aumentam a exigência para preenchê-las.

Assim como em todos os setores da indústria, a construção civil também passa por transformações tecnológicas, mesmo que de maneira mais lenta. Essas inovações influenciam positivamente o setor, aumentando a qualidade de todos os serviços, desde as etapas de projeto, passando pela construção, vendas e até na manutenção.

É fundamental que os profissionais estejam sempre atentos às inovações na engenharia civil, entregando construções com maior qualidade. Dessa forma, os profissionais mais atualizados ganharão destaque, juntamente das empresas que oferecerem serviços diferenciados.

Agora que você já sabe quais são as inovações na construção civil que podem agregar valor ao seu serviço, que tal conferir como avaliar a valorização de imóveis?

Posts relacionados

Deixe uma resposta